compartilhar esta notícia no facebook

publicada em 11/09/2018

Rio Preto recebe o Iranduba/AM nas quartas de final

Rio Preto/Smel e Iranduba, do Amazonas, é um confronto de pouca história no cenário nacional, mas que definirá um semifinalista do Brasileirão Feminino A1 de 2018. O primeiro encontro do mata-mata, apenas o segundo entre os clubes, será nesta quarta-feira, às 15 horas, no estádio Anísio Haddad, em Rio Preto, com entrada aberta ao público. A volta será na próxima quinta-feira, 20, na Arena Amazonas, em Manaus.

"Temos de aproveitar essa oportunidade em casa para ter vantagem. Os 4 a 2 sobre o Audax no Paulistão nos animou", disse o técnico Chicão Reguera, que segue sem contar com a força da zagueira Siméia e da volante Suzana, que estão em tratamento médico. Thaís, também zagueira, que levou uma bolada no olho há três semanas, chegou a ir para o banco de reservas no sábado, mas seguirá como opção.

Rio Preto e Iranduba se enfrentaram apenas no ano de 2015, quando o Jacaré conquistou o inédito título. O duelo no mesmo Riopretão terminou em goleada de 3 a 0. Na ocasião os jogos na primeira fase eram em turno único. "Conheço mais ou menos o time delas. Só mesmo a zagueira, a Jujuba, que jogou aqui", disse Chicão.

Mas a equipe amazonense, que tem o codinome de Hulk, fez uma primeira fase melhor que a do Jacaré e até por isso tem a vantagem de decidir a vaga em casa, com sua torcida apaixonada. Foram 27 pontos conquistados, oito vitórias, três empates e três derrotas. 25 gols marcados e 11 sofridos. O Rio Preto totalizou 25 pontos e teve apenas seis vitórias, empatou sete vezes e seu favor sofreu apenas um revés.

Do time que ganhou em 2015, o Jacaré tem de remanescentes apenas a volante Jéssica e a agora artilheira Lelê (na época jogava como meio-campo), já que Siméia está fora de ação. "Vi duas formações de esquema tático que jogam. Do meio para frente são muito agudas, as jogadoras do meio são habilidosas. Na parte defensiva, porém, elas não têm a mesma intensidade que na ofensiva", avaliou Jéssica, que fez um dos gols nos 3 a 0 de 2015. "Se a gente conseguir utilizar os espaços entre as linhas, temos condições de fazer um bom jogo e buscar a vitória", emendou.

Além de Rio Preto e Iranduba, jogam nesta quarta-feira, às 19 horas, Ferroviária e Santos, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara. Pelo jogo de ida, no domingo, o Kindermann, de Santa Catarina, derrotou o Flamengo por 1 a 0. Nesta terça, o Corinthians bateu a Ponte Preta, jogando em Campinas, no Moisés Lucarelli, pelo placar de 1 a 0. Os duelos de volta serão na próxima semana.

FICHA TÉCNICA

RIO PRETO

Zany; Fafá, Di, Rayane e Di Menor; Jéssica, Karina e Mariana; Maria, Karol e Lelê. Técnico: Chicão Reguera.

IRANDUBA-AM

Rubi; Geovana, Karen, Jujuba e Gisele; Amanda Brunner, Pri Back, Driely e Mayara; Moara (Luana Grabias) e Elisa Lopes (Kelen). Técnico: Adilson Galdino.

Árbitro: Daniel Bernardes Serrano. Local: estádio Anísio Haddad, em Rio Preto, nesta quarta-feira, 12, com entrada aberta ao público.

Fonte: Ozair Júnior - Diário da Região

 

Deixe seu comentário aqui

 

  voltar

Próximo jogo

 


Não há jogo agendado até o momento.

 


Jogo anterior

0 x 4
26/10/2018 às 20:30hs - Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino - A1
Estádio Alfredo Schürig - São Paulo/SP

Parceiros & Patrocinadores